search 2013 adfgs
10/12/2008

É preciso trazer a lan house para dentro da escola

O Ministério Público do DF (MPDFT) volta as baterias contra as lan houses. Quer o fechamento daquelas localizadas nas proximidades das escolas.

De fato estes estabelecimentos precisam ser melhor fiscalizados. Aliás, como muitas outras coisas em nosso país.

Acontece que lan house não é sinônimo apenas de videogames. É nelas que muitos jovens pobres, através da internet, encontram o que lhes falta na escola: tecnologia a serviço da aprendizagem.

Seria bom se o MP, além de atirar nas lan houses, também pressionasse o governo a modernizar as escolas públicas. Na maioria delas o máximo de tecnologia à disposição de alunos e professores ainda são livros, cadernos, quadro e giz.

Já nas boas escolas particulares, convive-se há muito tempo com computadores e instrumentos como carteiras e lousas digitais (foto) conectadas à internet. Nessas lousas o professor pode interagir com as informações por meio do toque. É como colocar uma biblioteca inteira na frente do aluno.

É triste a constatação. Mas, com o atraso e a esculhambação que existem hoje nas nossas escolas públicas, é muito provável que um estudante aprenda mais coisas úteis pesquisando no Google em uma lan house do que freqüentando a sala de aula.

É preciso trazer a lan house para dentro da escola. Com urgência.

Comentários

Comente