search 2013 adfgs
01/10/2010

PF flagra suposta tentativa de compra de votos para Weslian

Do site do jornalista Claudio Humberto:

PF apreende 1.600 cestas básicas que seriam trocadas por votos para Weslian

Agentes da Polícia Federal acabam de apreender 1.600 cestas básicas que seriam distribuídas a eleitores de Weslian Roriz (PSC), em troca de votos. A apreensão foi realizada na Divisão de Obras da Administração Regional de Planaltina, espécie de subprefeitura do governo do Distrito Federal. O grupo Roriz recebeu o apoio formal do governador do DF, Rogério Rosso

Atualização:

O governador Rogério Rosso, por meio da assessoria de imprensa, divulgou a seguinte nota oficial sobre a ação da Polícia Federal:

“Logo após ação da Polícia Federal na Administração Regional de Planaltina, equipe da Secretaria de Governo, por determinação do governador Rogério Rosso, foi ao órgão para verificar as supostas denúncias de distribuição irregular de cestas básicas. De acordo com a Administração Regional, as mil cestas básicas que se encontram no pátio de serviços do órgão não possuem relação com o processo eleitoral no Distrito Federal, como foi divulgado na tarde desta sexta-feira (1º/10) por alguns veículos de comunicação.

O processo de compra foi iniciado em dia 3 de maio de 2010 e as cestas foram adquiridas para atender a uma demanda emergencial de famílias carentes, principalmente da área rural. Essas famílias deixaram de entregar documentos e regularizar sua situação junto à Secretaria de Desenvolvimento Social e Distribuição de Renda (Sedest). Para evitar que passassem necessidades, a Administração deu entrada em um processo de compra emergencial, por meio de pregão eletrônico. Foram solicitadas 2 mil cestas no valor de R$ 86.133,33. O resultado do pregão foi publicado do Diário Oficial do Distrito Federal de 13 de setembro, na página 71. No entanto, somente na quinta-feira (30/09) a empresa licitada entregou a primeira metade de todo o lote.

A Administração irá acatar a decisão do juiz Flávio Augusto Martins Leite, titular da 6ª zona eleitoral, que pede a permanência do produto no local até que o caso seja esclarecido. Ao contrário do que foi publicado por alguns veículos de comunicação, a Polícia Federal não apreendeu as cestas básicas e nem encontrou indícios de irregularidades. A Administração de Planaltina explicou ainda que o produto só seria distribuído daqui a 15 dias, já que é necessário fazer uma inspeção no produto e verificar se as famílias cadastras ainda se encontram nos endereços fornecidos.

O governador Rogério Rosso determinou à Corregedoria Geral do Distrito Federal, em conjunto com a Secretaria de Governo, que realize de imediato auditoria em todo o processo de compra para apurar possíveis irregularidades. Também determinou à Polícia Civil que dê todo o suporte necessário à investigação em curso na Polícia Federal para a solução do caso.”

Assessoria de Imprensa do Governo do Distrito Federal

Comentários

1 Comentário para “PF flagra suposta tentativa de compra de votos para Weslian”

    A
    01/10/2010 @ 17:59

    Caro amigo blogueiro, a D. Weslian nada tem a ver com essa apreensão, trata-se de compras de votos do candidato a reeleição Aylton Gomes, ele que é o provavel dono das cestas

Comente